17%
OFF

100 e tantos anos da Família Chatão - Fábio Vladimir Silva

R$25,00 R$30,00
Entregas para o CEP:

Meios de envio

Compartilhar

Apresentação

Jeremias Brasileiro. Historiador, poeta, escritor. Membro do Instituto Histórico e Geográfico Sul Mineiro, sediado em Poços de Caldas-MG.

 

 

É por demais agradável ter em mãos um texto que fala da história, da memória, da cultura e da tradição de uma família negra em Uberlândia. É fundamental para as novas gerações ter conhecimento de que, na cidade, a produção histórica não está somente na constituição das “grandes famílias de elite”. E isso é possível perceber por meio do presente livro, a demostrar que no Terreiro do Chatão existe uma história pulsante cuja temporalidade atravessa mais de 100 anos de existência.

 

O livro tem a justa grandeza de lidar com as sensibilidades das pessoas mais idosas, sem ao mesmo tempo desconsiderar as realidades conflituosas que são inerentes a todos os grupos sociais, e, em se tratando de uma família numerosa, isso não seria diferente. É preciso celebrar esse momento e ler o texto com o olhar voltado também para as imagens, pois ambos se completam e é possível realizar a leitura tendo nas fotografias uma outra história, possível de ser contada de diversas formas. Essa é uma das potencialidades do livro que o leitor ora tem em mãos.

 

Fábio Vladimir nos presenteia dessa forma, com uma obra que dá visibilidade histórica à Comunidade do Chatão. Mais que família negra cultural, o Terreiro do Chatão é sem dúvida uma história intrínseca da cidade de Uberlândia, que contribui em vários setores para o desenvolvimento sociocultural, quer seja no trabalho, na cultura, na religião, no aconchego das guardiãs e na produção de múltiplos conhecimentos.

 

Com leveza carregada de sinceridade, o livro é de uma relevância enorme para o processo de educação patrimonial, haja vista tratar-se de uma obra que cumpre o papel de valorização do patrimônio cultural afro-brasileiro existente em Uberlândia, do qual os 100 anos e Tantos da Família Chatão é de uma representatividade ímpar. A narrativa de fácil compreensão também significa um diálogo com o leitor que vai em larga medida reconhecer-se, reencontrar-se: tanto os que fizeram e fazem parte da Família Chatão, quanto aqueles que acompanharam e ainda acompanham essa história de 100 e tantos anos que continua viva na cidade de Uberlândia.

 

Fábio Wladimir estreia na literatura com um livro-compromisso carregado de histórias e sentidos, um trabalho de importância fundamental nesses tempos de COVID-19, em que estamos perdendo tantos mestres dos saberes culturais tradicionais. Não se trata somente da história de vida de seus parentes, é também a sua própria existência que se encontra presente nas páginas dessa obra. É um livro que retrata a resistência e permanência de uma ancestralidade capaz de ser encontrada em vários cantos de Uberlândia, tendo, como centralidade, as guardiãs residentes no bairro Operário, atual bairro Aparecida.

 

Copyright © 2021 Todos os direitos reservados ao autor.


Título 100 e tantos anos da Família Chatão
Autor Fábio Vladimir Silva
Apresentação Jeremias Brasileiro
Revisão ortográfica Cleusa Bernardes
Preparação de texto Thiago Carvalho
Projeto gráfico Thiago Carvalho


Editora Subsolo
www.editorasubsolo.com.br
agenciaculturalsubsolo@gmail.com
Uberlândia - Minas Gerais
Conselho Editorial: Cleusa Bernardes, João Carlos Biella, Robisson Sete, Sergio Bento, Thiago Carvalho

 

Fotografias do acervo pessoal do autor.


Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP)

SI586e
100 e tantos anos da Família Chatão
Silva, Fabio Vladimir
1ª edição – 96 páginas. – Uberlândia, Minas Gerais - 2021
ISBN 978-65-88075-11-1
I. Cultura Afro-brasileira II. Biografia III. Título
CDD 920 CDU 929.82-9


Contato
academiaritmods@hotmail.com

 

Esta obra foi composta em papel Supremo 250g (capa) e papel Pólen Soft 80g (miolo), no formato
14cm x 21cm, usando tipologia Moteefe nos
títulos e Lora no texto.
Outono de 2021
Impresso no Brasil